segunda-feira, 15 de junho de 2009

Amarelinha, Pique-Esconde, Pique-Pega... A vida passa!!!





Se Você Quiser...

Se você quiser me ouvir
Eu tenho muito a lhe dizer

Coisas que sua vida

Pode enriquecer.

Você acha que tem liberdade?
Sabe o que pode ser a verdade?

Pensa que sabe o que é falsidade?

Vê onde anda a tal felicidade?


Antes, brincavamos em árvores

Descalços saíamos às ruas

Saíamos cantando todos os amores

E, felizes, andávamos com todas as cores.


Do meu tempo de criança

Tudo são boas lembranças

Dos maravilhosos dias

Em que brincávamos em danças


Amarelinha, bolinhas, pique-pega

Menino, menina, pique-esconde:

Onde está? Elástico, corre para lá,

Corre para cá...


Hoje, menino para lá,

Menina para cá...

Presos em gaiolas,

Presos em telas.


Presos pela vida, sem pique-pega

Presos no vídeo, o pique é de esconder-se

Da vida que passa depressa

Dos sonhos que podem não acontecer.


As árvores já cresceram

E é tão bom poder nelas se desenvolver

E de seus frutos poder comer

E, em sua sombra, do sol se esconder.


A grama é tão boa!

Ande descalço sobre ela!!!

Sentirá que a terra pode

Fazer mais do que sujar...


Grite seus amigos pelas ruas

Saberá quantos eles são...

Procure muitos amores

Para muitas palavras sussurrar...


Saia do de seu esconderijo

E sinta o sol seu rosto iluminar

Saiba que tudo tem cheiros

E sons e cores.


Quando você descobrir tudo isto

A vida terá para você
Muitos sabores

E sons e cores...


Gabrielle Avelar

Dedicado aos alunos do 5° ano matutino do Colégio Inei - Asa Norte


Jovens aprendizes da vida... Dedico-lhes a minha vida!!! A vida que vivi quando eu tinha a sua idade... Com todo o meu desejo de que você seja tão feliz quanto eu fui... Viva o hoje, pensando que é agora que você construirá seu futuro... Sinta, AGORA, todas as sensações, sem se esquecer de que o futuro chegará, sim, para você!!! E, se não chegar, ao menos terá a sensação de que o pouco que viveu foi maravilhoso, cheio de tudo o que é bom de sentir e viver!!!
Beijos enormes a vocês... Tudo de bom!!!


E a todos vocês, crianças crescidas, eu os convido a debruçar-se sobre a janela de seus áureos tempos de criança... Agora, que já não podem brincar, que sua brincadeira seja viajar no tempo, nos tempos em que a vida e o tempo pareciam não passar, no tempo em que tudo parecia se voltar para você mesmo... Porque agora, agora você precisa pensar naquilo que está a sua volta... E o céu de sua Amarelinha é fazer a quem ama feliz... Nos pulos que dá em sua vida, nos obstáculos que transpõe, que você se lembre de fazer os seus felizes... A pessoa mais vitoriosa é aquela que consegue tal feito.
Hoje você brinca de pique-pega com a sobrevivência, e de pique-esconde com as tristezas. As lembranças são suas árvores, nas quais, hoje, você escala os tempos tão alegres em que o sorriso não tinha hora nem lugar para acontecer. Que sua vida, hoje, seja doce... Tão doce quanto todas as balinhas e pirulitos e chicletes que já adoçaram a sua infância... Que o sabor amargo da tristeza, hoje, não passe por seus lábios... Da mesma forma que o jiló, estou certa, naquela época, não passou por sua boquinha...
Beijos e uma excelente semana!!!

Nenhum comentário: