sexta-feira, 17 de julho de 2009



"Os amigos são o sol da manhã, aquecendo as nossas vidas. São como a chuva mansa a umedecer-nos o chão, abrindo caminho para a plantação. São como os campos verdejantes e benfazejos que, além de trazerem a beleza, também florescem, produzem grãos maravilhosos e matam a nossa fome.
Quanto mais leais e sinceros, tornam-se mais belos e dignos. Eles são como ventos que nos trazem novas sementes.
A amizade é assim, torna-se o embrião mais perfeito para a estruturação do amor, é superior ao tempo e à distância e se manifesta em qualquer lugar".
Jairo Avellar - Babili.


Ontem eu cheguei bem tarde em casa. Não ia abrir minhas correspondências eletrônicas. Estava cansada. Mesmo assim, resolvi abrir. E encontrei um presente lá: O texto que acabo de citar aqui. Dado de presente por... Um amigo queridíssimo que descobri em meus caminhos.
Foram tão bons os momentos que passei... Reencontrei - e encontrei - pessoas tão queridas. Que não via há muuuuuuuuuuuuuito tempo e que não havia visto ainda. Mas, que meu coração jamais deixou de enxergar.
Nesses tempos difíceis que tenho experimentado, eu também provei o amargor de ver que pessoas que eu tanto amava se afastaram. E o que mais dói é saber que não sairão do meu coração.
Porque eu amo muito as palavras para sair dizendo por aí qualquer coisa em vão... Elas me são muito preciosas. Elas simplesmente saem da minha boca porque meu coração transborda...
São minhas válvulas de escape. Por isso mesmo é que eu escrevo.
Como pode ser que alguém no mundo diga a outro alguém que ama sem amar? Como é possível que alguém se diga amigo e, muitas vezes, chamam-nos de irmãos e nos abandonam quando mais precisamos?
Bom, ontem, felizmente, encontrei pessoas que estão comigo há anos... Mesmo longe, estão comigo. De mundos distantes, de perto. Muito tempo sem ver. Mas nenhum dia sequer sem sentir...
Não importa, queridos, o tempo... Ele é nada quando o amor está presente.
Eu costumo dizer que amigos o são conforme as circunstâncias. E acho que é assim, sim! Mas, há os amigos que são mais chegados que irmãos, como diz a própria Bíblia. E irmãos não deixam de ser irmãos. Podemos morrer... E continuarão nossos irmãos.
Quero, entretanto, dizer de minha saudade... De você, amiga, que está looooooooooooonge... E da outra que está loooonge, mas nem tanto...
Sinto tanta falta de vocês!!! Queria ter o poder de viajar no tempo e no espaço só para ficar pertinho de vocês.
E, queria tê-las conhecido a muito mais tempo...
Queria ter crescido junto a vocês, brincado na rua de amarelinha, elástico, pique-pega, queimada... Ter sabido de seu primeiro beijo e de seus primeiros namorados.
Queria ter conhecido seus amores e constatado que eles seriam seus companheiros de existência.
Podia ter presenciado seus casamentos. Quem sabe suas flores me tivessem trazido mais sorte no amor???
Queria ter estado lá quando vocês se fizeram mães... Ter sentido suas barriguinhas mexendo. Queria ter segurado seus filhinhos ainda recém-nascidos, e ter sentido o cheirinho gostoso de seus bebezinhos... Queria ter enxugado suas lágrimas quando vocês estavam tristes. E rir demais com vocês... Como sempre fazemos quando estamos juntas.
Em vocês eu tenho realizado meus sonhos... Meus e que são seus também. E, porque eles são seus, eu me alegro a cada realização. E, porque são meus, eu vibro com cada um deles... E fico presa neste divino círculo - nada - vicioso...
Cada uma de suas vitórias é uma alegria para mim. Como se eu as tivesse conquistado todas!!!
Nunca, em todo o meu restante de vida, eu as esquecerei. Mesmo que vocês me esqueçam.
Vocês estão aqui, tão pertinho de mim... Dentro do meu coração...
Para sempre!!!

Gláucia, Lívia, Marineide, Marizete e Patrícia (em ordem alfabética para nenhuma ficar com ciúmes da outra), e os outros amigos e amigas que tenho descoberto nesta maravilhosa jornada, todos para lá de especiais, os que vejo, os que não vejo, os que conheço pessoalmente e os que ainda não toquei, mas, mesmo assim tem me consolado e se alegrado juntamente comigo:

Amo vocês!!!

PS.: Elisa Avelar, querida... Se você passar por aqui quero que saiba: O Avesso... Você conseguiu enxergar??? Não tenho podido vê-lo ainda... Mas certamente o verei!!! Porque o Tapeceiro é mestre. E sabe, como todos os mestres, sabe. E, sendo o Mestre dos mestres, sabe mais que todos!!!
Beijo enooooooooooorme para você!!! Amei conhecê-la!!! Amei!!!

2 comentários:

Anônimo disse...

Bom dia, Gabrielle!
Realmente, a amizade é uma coisa fantástica. Há 2 anos reencontrei no STJ uma amiga de infância. A última vez que a tinha visto eu estava com 11 ou 12 anos de idade, ou seja, 28 anos depois!!! A partir daí, organizamos um grande encontro com os amigos da época... Nossa, como deu trabalho pra achar o pessoal!!! Bem, não precisa nem dizer o quanto foi prazeroso...
Gabriele, a citação em destaque é belíssima, foi a que mais gostei, mas há muitas outras, como estas:
" Os verdadeiros amigos não se distanciam nunca, jamais se deixam e nunca se perdem. Anelam-se pela sintonia da fraternidade, mantendo-se soldados coletivamente no árduo processo da ascensão individualizada."

"As amizades não se detêm diante a barreiras. Não se acovardam perante os desafios e tampouco fogem as lutas comuns. Pelo contrário, as lutas e os sacrifícios fazem com que elas se agreguem ainda mais e se multipliquem numa razão direta aos desafios a serem enfrentados."

Tenha um excelente dia! Beijos!
Paulo.

Elisa A. disse...

Gabrielle,
Você é linda demais. Já disse e vou repetir. Fiquei emocionada ao ler meu nome. Realmente, a vida nos revela algumas surpresas. Iniciar o meu blog foi muito difícil. Tive medo. Medo de me expor, medo de expor minha família. Ao ler o seu, todos os dias, percebo que tomei a decisão acertada, pois acho que ganhei uma amiga (e ainda acho que você é minha parenta, rs). Olha, eu estou pensando em ir à Goiás visitar a minha família no início de janeiro. Caso eu vá, farei questão de conhecer você, de verdade. Você é um vaso nas mãos do oleiro e, mesmo que estranhe algumas formas que ele possa fazer, não se preocupe, entregue-se. Ele conhece o profundo e o escondido, o mais profundo do seu coraçãozinho. Deus a abençe nesse sábado tão gostoso. Beijos no coração.
Elisa Avelar.