domingo, 12 de julho de 2009

Garota mimada insuportável, você!!!



Eu quero!!!
Hoje estou como uma menina mimada... Quero... Simplesmente quero!!! E ponto.
E, se precisar sapatear na sua frente, sapatearei dizendo: Quero!!!
E não estou nem aí para a sua cara feia para mim... Ah, que coisa!!!
Eu quero e vou ter, oras bolas...
Que droga, por que você simplesmente me olha com esta cara? Por que não faz o que quero que faça?
Poxa vida, afinal, eu só estou pedindo a sua vida...
Só isso!!! Nem custa tanto assim, se você pensar bem.
Olha só, eu vou lhe dizer que a satisfação é garantida...
Sou tão bacana... Lavo, passo, cozinho... Gosto de mimar, de cuidar. Sou muito bem educada...
Tenho uma voz agradável. Falo sempre baixinho... Acordo sempre de bom humor e com vontades... É, sim, aquelas vontades...
Estou sempre cheirosa, bem arrumada, gosto de ser amiga... E, mais que amiga, sou companheira para todas as horas...
Bom, eu não preciso lhe dizer essas coisas porque você sabe muitíssimo bem...
Só tem um problema nessa história toda: Sou muito mimada. E quero. E ponto!!!
E vou bater o pé para dizer: Eu quero!!!
E vou gritar, se for necessário.
Como assim, não sabe o que eu quero??? Eu já lhe disse tantas e tantas vezes.
Perdi até as contas de quantas foram as vezes que lhe disse. E olha que pedi com educação, hein?
Falei baixinho para você. E ao seu ouvido sussurrando, juntamente com palavras muito doces que guardei lá no seu coração, juntamente com os seu desejos, que eram iguaizinhos aos meus.
Porém, contudo, todavia, entretanto, você simplesmente não ouviu. E, se ouviu ignorou. E, se não ignorou, fugiu... E, se fugiu, meu querido, eu não vou lhe enganar, não: Você não merece o que eu lhe dei.
Caramba, como é que alguém morrendo de sede, foge da fonte de água limpa para ir cavar terra seca e comer pó? Fala para mim?????
Não posso entender o que pode ser pior do que viver longe da pessoa que amamos. E, se pode viver longe de mim, é porque só pensou que me amava e não amava coisíssima nenhuma.
Porque, sabe o que eu quero?
Vou lhe dizer... Pelo que eu vejo, você está sofrendo de amnésia... Esqueceu aquilo que sempre soube a vida inteirinha que Deus lhe deu.... Sim, Meu Querido!!! Este amor estava com você desde antes de você nascer. E você sonhou com ele desde então. E o quis. E, quando viu, desejou, e batalhou para conseguir, e conseguiu.
Lutou, descartou possíveis concorrentes, impediu a minha exportação para longe daqui, reservou...
Mas, no momento de pagar o preço final, no instante em que o Vendedor lhe colocou as condições de pagamento, você recuou.
Uma vez você me disse que estava disposto a "quebrar a banca". E eu acreditei.
Eu, escrava, com tanta vontade de ser livre, acreditei que me compraria, que cobriria todos os lances pedidos, porque acreditei que me amava a ponto de dar tudo por mim.
Olha só... Como eu me enganei...
Ah!!! Não disse o que quero até agora... É para ver se você se lembra de uma vez por todas... Lembrou não, né? Putz...
Bom, eu queria - quero - um amor que acredite que a vida sem mim, sem meu amor é insuportável de viver, assim como eu penso que a vida sem seu amor é insuportável demais para passar com o tempo que se vai.
Quero um amor livre, sem amarras. Que desfrute de mim sem precisar dar satisfações a seu ninguém, ainda que perca tudo, ainda que fique sem sua própria vida, que ame a mim mais do que a si mesmo.
Um amor que esteja disposto a encarar seus medos e a enfrentá-los por mim.
Sabe porque? Porque eu lutaria junto para reconquistar a sua vida. Porque eu daria a minha vida para que você recuperasse tudo. Porque eu tomaria a sua mão e iria até o fim do mundo para realizar os seus sonhos. E eu conseguiria isto.
Quero um amor que, não importa o tempo, não importa absolutamente nada, ame a mim. E que faça tudo para me libertar...
Sim, libertar!!! Ou você acha que amar alguém e não poder lhe dar amor é liberdade?????
Eu, sou assim mesmo... Tenho coragem de passar pelo fogo, pela dor, de me afogar, de ser difamada, não estou nem aí para isso, contanto que você esteja ao meu lado. O resto é resto.
E, se há alguém que, ao me ver dizendo tudo isto aqui, quer me condenar... Direi a essa pessoa: "Vai ver se eu estou lá na esquina do fim do mundo, vai"!
Para mim, não há claro ou escuro quando se trata de amar a quem amo. Amo. E o resto do mundo que se dane!!! Inclusive eu e minha honra de meia tigela. E os outros que se fartaram dela.
Quero isto de você. É isto que quero. E digo: Quero, quero, quero!!!
E, se você não quer dar, dê as costas, que pedirei a outro alguém... Quem sabe não há algum louco em algum lugar do mundo disposto a dizer ao mundo inteiro: DANE-SEEEEEEEEEE!!!!
Só para ficar comigo...
Agora eu lhe deixo dizer: "Garota mimada insuportável, você!"
Faz mal não... Eu amo você mesmo assim... E, já falei: Quero!!!

Um comentário:

Anônimo disse...

E derrepente vou me reconhecendo em cada linha que leio... me fascinando com este jogo de palavras e sentimentos. Parabens... tens realmente o dom!