sábado, 15 de agosto de 2009

Rapazes

Desculpem-me rapazes visitantes deste Universo...
Reparei que só falei do guarda-roupas da mulher elegante e esqueci dos garotos...
Mas, redimindo-me vou lá:

  • Ternos de excelente corte nas cores preta, grafite, azul marinho e cáqui
  • Camisas de algodão brancas - milhares - e azuis claras
  • Camisas com punhos de abotoadura - ao menos duas
  • Gravatas de seda vermelha, amarela, preta, chumbo e azul de diversas padronagens, porém discretas
  • Suéteres preto e cáqui
  • Lenços de algodão brancos (muito úteis quando a mocinha se debulha em lágrimas, ou quando ocorre um acidentezinho básico com o vinho ou outra bebida qualquer)
  • Calças jeans básicas - é, aquelas índigo blue... Sabem o 501 da Levi's? Pois é, aquele modelo.
  • Calças com bolsos de alfaiataria de sarja cáquis, azul marinho e pretas
  • Camisetas de cores lisas
  • Camisas gola-pólo
  • Sapatênis
  • Tênis - discretos, por favor!
  • Sapatos sociais de couro pretos e marrons
  • Um bom par de oxfords pretos
  • Milhares de meias pretas, marrons e azul marinho
  • Abotoaduras discretas
  • Relógios: Ao menos - se puder, óbvio - 3: De pulseira de couro preta e outro marrom, e um esportivo. Caso as condições não permitam, um homem elegante sabe que há modelos de preço bem acessível e que frequentam o trabalho, bem como o churrasquinho no fim de semana... Não é?
  • Um perfume que seja sua marca registrada e que harmonize com sua personalidade
Garotos, ainda se usa:
  • Pagar a conta
  • Abrir a porta do carro
  • Abrir portas
  • Carregar guarda-chuvas
  • Ser cortez
  • Ser atencioso
  • Ser gentil
  • Ser generoso
  • Mandar flores
  • Ajudar nas tarefas domésticas - e você, que é um homem elegante, certamente sabe o motivo
  • Não jogar na cara o quanto gastou com ela... Isso, never, nunca, jamais!!!
Bom... Acho que isto é tudo. Mesmo porque, o restante do que eu disse vale para os dois...
Saber se portar em diversas situações, com delicadeza, gentileza, cordialidade, civilidade e respeito é algo primordial... Não é de homens ou mulheres. E não é frescura. Deve ser parte de ser humano. De ser gente.
Beijos!!!

16 comentários:

Elisa A. disse...

Ei querida. Bom dia !
Minhas pequenas dormiram na casa vovó e eu acordei agora, acredita?
Eu e meu amor estamos nos arrumando para o culto, e ele falou: já vai ligar o note? rs
E eu disse, apenas para dar uma al6o na érika, Adri, Gabi e Cláudia.
E ele: hããã ???
Então, tô colando e mandando a mesma mensagem pra vcs, rsrsrsrs. Beijosssssssss

Katinha disse...

Humm... isto deveria ser publicado em um local onde MUITOS homens lessem! Rss... Acho que nos dias de hoje muitos homens deixaram a elegancia de lado e isso tem feito uma falta imensa. Bjus linda e mais uma vez parabéns pelas sábias palavras.

Gabrielle Avelar disse...

Linda Elisa, como já lhe expliquei, desculpe responder assim tão tarde. Todavia, eu quero lhe dizer o quanto gostei de, mesmo que rapidamente, ler este recadinho seu...
Que maravilha!!! Menina, não sabe a falta que senti nos dias em que você teve de ficar fora do ar...
Sabe, não tenho marido para me dizer: Ei, já vai para o computador? Mas, quando eu liguei, eu mesma me fiz esta pergunta, mesmo porque estava apressadíssima por causa das mil e uma coisas que tinha de fazer hoje. Não me arrependo, contudo. E, quando eu tiver um bofe - se tiver - eu direi a ele que todos os dias eu tenho um compromisso inadiável: Ver meus tesouros!
Katinha, faça propaganda, amiga!!! Manda o povo viajar no espaço virtual para encontrar meu Universo!!! Hehehehehe!!! Esteja certa de que há homens elegantes... Mas, sei que há os que necessitam de um pouco mais de refinamento, assim como há muitas mulheres que também necessitam disto!
Beijo e uma excelente semana!!!

Anônimo disse...

Gabrielle, acredito que a elegância está longe da frescura. Você às vezes fica mais pra um lado do que outro. Pra um homem ser elegante, não precisa de roupas. Mulheres sim, porque roupas vulgares não deixam aparecer a elgância. E o exagero também. Mas homens não sofrem desse problema. Acho que a gentileza e a simplicidade já fazem o homem elegante, não é um oxford. Isso é frescura.

Gabrielle Avelar disse...

Penso que você não atentou ao está escrito ao final do texto:
"Saber se portar em diversas situações, com delicadeza, gentileza, cordialidade, civilidade e respeito é algo primordial... Não é de homens ou mulheres. E não é frescura. Deve ser parte de ser humano. De ser gente."
Não estou mais para um lado do que para outro. Escrevi para ambos os sexos.
Frescura é algo que depende muito do referencial...
No post que fiz a respeito do Guarda-Roupas de uma mulher elegante havia coisas que muitos também consideram frescura...
Creio que vulgaridade também depende do referencial. Há muitas mulheres muitíssimo bem vestidas e que são vulgares.
O que é uma mulher vulgar? Uma que usa decotes, fendas e minis?
Homens sofrem, sim, desse problema. Conheço alguns... Eu, por exemplo acho vulgares homens que andam de calças apertadas, camisetas justas, sapatos de bico fino, etc. Porém, acredito que sua vulgaridade está além desses elementos da idumentária. Está no falar, no modo de olhar, no gestual.
E, eu acho os oxfords elegantes. Não acho que seja frescura. Afinal, disse daquilo que EU acredito ser elegante. Muitos podem discordar, oras!
Continuo acreditando que não são roupas que fazem pessoas serem distintas.
Isto está explícito no "Mocinha". Que foi feito para todas as pessoas.
Este post eu só fiz porque eu reparei que só falei das vestimentas femininas.
Acho que um homem bem vestido, é elegante. O exterior reflete, sim, o interior. Obvio!!!
Todavia eu sei que muitos não tem condições de ter ternos, oxfords, relógios, abotoaduras!!! E são muito elegantes.
Tudo na vida é uma questão de bom senso, meu caro!
Você não acha?

Anônimo disse...

Nossa, sapatênis é a coisa mais cafona do mundo. Segurar guarda-chuva?????? Pelo amor de Deus, em que mundo você vive? Pra que ter três relógios, o homem deve ter um bom relógio, bom suficiente para usar em várias ocasiões. Se não puder, é claro, não tem. Abotoaduras? Bolso de alfaiataria? Ou a calça é de alfaiataria ou não é... Camisa gola pólo? Não é a gola que é pólo. É a camisa em si. Meia azul ma-rinho? Querida, a meia não se combina com o terno, mas sim com o sapato. "Um bom par de Oxford", haha, vc pensa que é muito refinada né?

Gabrielle Avelar disse...

Fazer o que, né? Suas opiniões são suas!
Mas, você, assim como qualquer pessoa, tem o direito de concordar ou discordar do que quiser.
Só que, tenho de dizer - deselegantemente - que este aqui é o MEU UNIVERSO, sabe?
Se você acha sapatênis cafona, não use! Simples assim!
Se você acha que se molhar na chuva é bom, então, bom passeio na chuva para você!
Se você acha que ter apenas um relógio é o suficiente, bom para você que é econômico(a). Novamente, só tenho a dizer que não prestou atenção ao que escrevi...
Se não gosta de abotoaduras ou oxfords, não compre, oras!
Se você não se lembra que há calças jeans com bolsos de alfaiataria, assim como há bermudas também, precisa se atualizar.
O nome é "Camisa Gola-pólo"! O que se há de fazer? Mudar a denominação mundial de um objeto só porque você quer?
E, sim, meia se combina com os sapatos. Assim como pode também combinar com o terno. Depende da cor. Leia mais a respeito!
E, quanto à sua última pergunta: Gosto do que gosto. E pronto. Nunca parei para pensar se sou ou não refinada. E, se for, não acho que isto seja um problema, algo de que eu deva me envergonhar. Só gosta de mim quem quiser. Se não quiser gostar de mim, conviver comigo ou ler o que eu escrevo, qualquer um pode ficar muito à vontade.
Simples assim!

Rebeca disse...

Estão faltando homens elegantes no mundo, com certeza. Acho você, Tia Bebelle, de uma elegância sem tamanho:
1º Por responder tão educadamente pessoas que sequer mereciam atenção,
2º Por saber colocar suas opiniões e pensamentos em palavras de maneira tão cativante.
Adorei os posts, elegância é fundamental.

Gabrielle Avelar disse...

E você, Keka linda, é que é brilhante! Brilhantemente elegante como é.
Amooooooooo!!!

Adri Polo disse...

Sou feliz por meu namorido ser extremamente elegante.Menos que isso não aceito! Beijocas !

Gabrielle Avelar disse...

Adri, sabe que gosto muito dessa expressão "namorido"? Só que acho tão poética a "companheiro"... Denota tantas coisas... Amizade é a principal delas. Mas o namorido é aquela coisa gostosa tipo "Tostines vende mais por que é fresquinho, ou é fresquinho por que vende mais"? Lembra disto? Acho que é da nossa época!
Então, o namorido é o namorado que é marido ou é o marido que é namorado? De qualquer forma é uma delícia, não?
Estou emocionada! Quer dizer então que seu amado é gentil, cortez, civilizado e verdadeiro? Que maravilha!!!
Quero um assim também!!! Rsrsrsrsrsrs!!!
Você, como sempre, fofíssima e sempre amável!!!
Beijo enoooorme e uma excelente semana!!!

Adri Polo disse...

Gabi amiga linda e talentosa! Suas palavras são doces poesias ao meu coração.Que delicadeza,que encanto,que pensar carinhoso.Agradeço a Deus por colocar pessoas como vc,tão sensíveis em minha vida.São almas assim que me despertam para o mundo,que me abrem a cabeça e que me fazem acreditar o quão importante é minha jornada aqui.Um beijo carinhoso nesse coração lindo.

Adri Polo disse...

Minha querida,tive meu coração muitas vezes quebrado em pedaços até encontrar esse meu AMOR.Deus olhou para mim e decidiu que devia ser ele a preencher essa parte do meu coração.Achei muitas vezes que não iria acontecer.Então chegou a minha vez.Levei tanto tempo para acreditar...Mas hoje vivo um amor sólido e companheiro,desses que achamos que é quase impossível.Aconteceu pra mim.No tempo certo.Irá acontecer pra vc tb.Pois pessoas boas recebem coisas boas.Acredite que seu dia chegará.E o melhor é que vc estará pronta e inteira para viver esse amor! Eu sei que vai acontecer! Sou prova disso! E estarei aqui para ver o sorriso em seu rosto.Uma beijocaaaaaaa

Gabrielle Avelar disse...

Adri, você é mesmo linda demais!!!
Estou aqui enganando o Tempo,amiga...
Enquanto isto, vou vivendo plenamente como eu posso.
Tomara que o tal Bofe apareça, Hehehehehe!!! Mas, se não aparecer, tenho certeza de que a vida terá acontecido para mim. Sou feliz. De verdade.
Beijo enorme em você, linda!!!

Anônimo disse...

A elegância, quando se refere ao vestuário feminino ou masculino, nunca será um consenso! O que é elegante para alguns pode ser cafona para outros! Até mesmo entre os especialistas em moda já vi divergências de opiniões nesse sentido. Agora, quando se trata da elegância de posturas e comportamentos gentis, não entra na minha cabeça que alguém possa ser contra isso!!! A maior elegância de todas está no respeito à opinião ou gosto alheio!!! Não faz sentido alguém criticar o seu conceito de elegância. É o seu gosto e ponto!!! Eu, por exemplo, gosto muito de sapatênis. Mas é lógico que não é qualquer sapatênis, pois posso achar alguns cafonas, sim! É só uma questão de escolha, de identificação, de gosto pessoal... Gabrielle, da sua lista masculina só não gostei de 2 itens. Portanto, de acordo com as minhas preferências pessoais, você sabe das coisas, é bem informada e tem muuuuiiito bom gosto, todas as qualidades de uma pessoa refinada... Ah, adoro relógios! Tenho uma coleção. Beijos! Paulo.

Gabrielle Avelar disse...

Ah, como é bom ver os dizeres de alguém sensato! Hehehehe!!!
Pois você, Paulo, elegantemente, entendeu com perfeição aquilo que desejei dizer.
No primeiro texto eu fui falando das coisas mais fúteis às menos fúteis, e terminei naquilo que era mais profundo e realmente importante, desconstruindo, de certa forma, aquilo que eu mesma havia dito.
Mas, acredito no fato de que a forma como nos mostramos é importante, claro!
Bom, já o segundo é apenas um pequeno complemento ao primeiro, e jamais teve a intenção de ofender a qualquer pessoa que seja.
É apenas a minha modestíssima opinião.
Eu já li muito a respeito de moda, de etiqueta, já participei de cursos a respeito disto, e creio que sou uma pessoa razoavelmente bem informada.
Porém, jamais iria impor minhas vontades ou meus desejos a quem quer que seja, da mesma forma como não gostaria que fizessem comigo, apontando-me o modo como devo me vestir ou me portar.
Está certo que eu talvez já tenha feito isto algum dia com alguém. Mas, não foi por maldade ou por querer que a criatura fosse diferente do que é.
É que eu penso que não é preciso andar maltrapilho quando se tem condições de ter um pouco mais de qualidade.
Todavia, não me furto o direito de desejar que meus conceitos de elegância sejam personificados em alguém...
Agradeço muitíssimo a você, Paulo que, como sempre, tem algo bom e útil para dizer. Sei que é fruto de reflexão, e que não gosta de dizer palavras que se percam.
Estou certa de que sabe o valor delas, pois sabe que podem ser raras como ouro!
Beijo enorme!!!