terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Licença Poética


Uma pausa para uma licença poética... E linda, linda, linda... Cheirosa como uma flor, macia como uma pétala de rosa e de amor desmedido...
Volto logo, quando ela se der conta de que já saiu de dentro de mim!!!
Beijos!!!

5 comentários:

Cláudia Paulino disse...

Parabéns, queridaaaa !!!
Ela é linda, uma princesa !!!
Muitas bençãos e alegrias pra vcs !!!
Estou encantada !!!
Que soninho mais gostoso, que bochechas fofas, dá pra sentir o cheirinho gostoso de neném só de olhar pra fotinha dela !!!
Tudo de mais lindo pra vcs !!!
Beijooocas da Claudinha

Dom Rafa disse...

Oi Gabi! Parabéns! Muito linda sua Sofia!
Desejo felicidade a vocês. Cuidem bem dela e aproveitem essa fase.

Beijos!

Thata disse...

Amiga, que Deus abençõe muito sua familia. A Sofia é linda e super tranquila.
Te adoro
bjs

Anônimo disse...

Estou muito feliz em vê-la tão bem.O blog começou com uma tristeza profunda e foi caminhando para a mais sublime das felicidades.Um amor não correspondido,um pé na bunda,como vc mesma disse,dúvidas,ciúme,enfim,vc passou um aperto mas a vida se encarregou de levé-la novamente à luz.Espero que tudo esteja bem e que vc tenha finalmente encontrado o marido que procurava.

Gabrielle Avelar disse...

Muita gente não compreendia o que eu fazia quando escrevia as minhas dores. Os Blogs foram o modo mais eficaz - para mim - de afogar as minhas mágoas, e demonstrar meus amores e alegrias. Ao invés de recorrer a antidepressivos, medicamentos para dormir, bebidas ou baladas excessivas, eu tratei de escrever. É que a escrita nos permite visualizar. Sabe, é como um orçamento do coração.
Eu não alimentava o que era ruim. Muito pelo contrário. Eu jogava fora, aqui, no Universo e no 30. E deu certíssimo. Ao VER o que sentia, eu consegui me reorganizar. E tudo foi caminhando para o rumo que eu queria. Foi muuuuuuuuuuuito difícil. Muito. E, ao me expor do modo como fiz, ainda me vi suscetível às mais variadas críticas, muitas vezes cruéis.
Mas, passou. O importante é que, como vc disse, eu estou muito bem e encontrei o marido que procurava. Aliás, nós no encontramos. E ele me achou e resgatou... E seu amor me salvou de muitas formas. Inclusive me salva de mim mesma, que sou fogo... E ele é água... Acalma minhas tempestades...
Beijos preciosos!!!