terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Só para você...


"Para!" Eu lhe disse.
"Para com isso!" Mais uma vez.

É porque eu descobri por entre os sons de minhas palavras, aquilo que eu não queria acreditar: Amo você!
Quando eu senti as lágrimas marejarem meus olhos, e as palavras ficaram presas na garganta, o desespero me fez entender que viver sem você vai ser muito mais difícil do que eu poderia imaginar.

Então, só para constar: "Pode parar"!

2 comentários:

Anônimo disse...

Gostei do seu blog.Não a conheço mas tomo a liberdade de falar. A gente sofre? Claro. Mas passa. O importante é: NÃO CULTIVE RITUAIS DE SOFRIMENTO. Se acabou, aprenda a lidar com isso. E, a menos que sofrer te dê prazer (e acredite, algumas vezes pode dar), abra mão das práticas comuns que reforçam seu sentimento de perda.
Quer um exemplo? Quantas vezes vc já bisbilhotou os recados deixados para o ex no orkut? Quantas vezes não viu de novo aquela foto? E aquela música tão linda de vocês? Quantas vezes não ouviu e se lembrou dos bons momentos?
Ou seja,NÃO CULTIVE RITUAIS DE SOFRIMENTO.

Gabrielle Avelar disse...

Sempre bem-vindas são pessoas novas por aqui!
Bom, com relação ao seu comentário, eu gostaria só de dizer que eu vou bem. Muito bem. Embora pareça, eu não cultivo sofrimento. Aqui eu manifesto meus sentimentos cotidianos. E tento - na indiscrição do mundo virtual - ser o mais discreta que eu posso.
Quanto ao bendito Orkut... Bom, eu não gosto de fuçar, sabe? O mesmo cuidado que tenho aqui, também tenho lá. Acho que vou acabar postando algo sobre o Orkut e o universo virtual, a exemplo do meu amigo Rafa Pimenta...
Abraços afetuosos!!!